Loading

Agosto 13, 2020 0

Os casos de Covid no sistema prisional em Aparecida de Goiás

Posted by:Piterson Maris onAgosto 13, 2020

A Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP) tem divulgado boletins diários sobre os casos de Covid no sistema prisional de Aparecida de Goiás.  

Até dia 12 de agosto de 2020 haviam sido realizadas 21.680 testagens, com 1.490 casos foram descartados e 678 casos confirmados, desses: 

  • 335 curados; 
  • 339 positivo em isolamento; 
  • 01 internado confirmado; 
  • 03 óbitos.  

Essa informação diária foi exigência da Justiça, no início de julho, que também cobrou ações do governo contra Covid-19 no Complexo Prisional de Aparecida, na região metropolitana da capital. A sentença exigia que o Estado disponibilizasse equipamentos de proteção individual a agentes, servidores e internos. 

A DGAP disse que, desde o início da pandemia vem tomando todas as medidas necessárias no intuito de evitar a disseminação dentro do sistema prisional. 

O Complexo Prisional de Aparecida de Goiás

O Complexo Prisional de Aparecida, inclusive, tem sido assunto das manchetes nos últimos meses. Em 14 de junho, parentes de detentos fizeram um protesto em frente ao Complexo, cobrando ações da direção para evitar a disseminação do Coronavírus no ambiente carcerário. 

Em março o destaque foi por causa de alguns boatos de rebelião. Nesta ocasião, me desloquei até o local para verificar a situação.  

Veja matéria e vídeo sobre essa ocasião: 

OAB-GO CONSTATA SITUAÇÃO DE NORMALIDADE NO COMPLEXO PRISIONAL 

Integrantes da Comissão Especial de Direito Penitenciário e Sistema Prisional da Ordem dos Advogados do Brasil – seção Goiás (OAB-GO) visitaram o Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia na tarde deste sábado (28) e constataram que a situação é normal na unidade. Na sexta-feira, circularam rumores de um confronto entre detentos das alas C e B, o que foi descartado pela verificação in loco. 

Os advogados e membros da comissão Piterson Maris, Maria de Lourdes (vice-presidente) chegaram ao complexo ainda na noite da sexta, com o intuito de esclarecer os boatos de rebelião. Foram informados pela direção do presídio sobre o ocorrido, porém insistiram para verificar pessoalmente as condições dos detentos. A entrada dos defensores, no entanto, só foi autorizada na tarde deste sábado, quando puderam se certificar, visualmente e em conversas com alguns internos, de que tudo estava bem. 

Segundo relato dos advogados, a confusão começou por volta das 19h30 quando detentos da Ala B foram surpreendidos com barulho alto de grades e de gritos vindos da Ala C. Foi quando o pânico eclodiu, pois os internos concluíram que os rivais da Ala C invadiriam a Ala B. Na confusão, os presos derrubaram uma parede que separa as alas B e A, onde se refugiaram. Imediatamente, houve a intervenção dos agentes prisionais para evitar que a confusão se alastrasse. 

Dois detentos saíram feridos, um baleado na perna e outro nas nádegas. Foram socorridos, medicados e estão fora de perigo. Contido o tumulto, os presos da Ala B foram temporariamente transferidos ao Núcleo de Custódia e Triagem, onde ficaram até que a parede que foi ao chão fosse reerguida. Logo depois, retornaram às suas celas. Fora do complexo, familiares dos presos estavam apreensivos e ansiosos por notícias. Foram tranquilizados por Piterson Maris e Maria de Lourdes, pelo presidente da comissão, Marcelo Bareato, e pelo advogado e Jefferson Ribeiro, que aguardavam junto a eles o fim da inspeção. 

HC Coletivo 

Na noite da sexta-feira (27), em nome da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas em Goiás (Abracrim-GO), Marcelo Bareato impetrou um habeas-corpus coletivo pela soltura de reeducandos do sistema prisional. A alegação é de que os detentos integram os grupos de risco e estão muito vulneráveis à infecção pela pandemia do coronavírus, que afeta o mundo inteiro. Bareato é conselheiro nacional da Abracrim, presidente em exercício da seção goiana da entidade e presidente do Conselho da Comunidade de Goiânia. 

(Fonte: OAB-GO. Disponível em: https://www.oabgo.org.br/oab/noticias/seguranca-publica/oab-go-constata-situacao-de-normalidade-no-complexo-prisional/)

Abaixo o vídeo:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Conheça nossos parceiros.

Nossa estratégia inclui estabelecer parcerias com as melhores empresas em nosso segmento e em outros com soluções complementares

Desenvolvido por Soub Digital.
Copyrights © Piterson Maris 2016.